novato

Fase do ouro e métodos analíticos a serem dominados no beneficiamento do ouro

Hora de publicação:08 de fevereiro de 2022

O teor médio de ouro na crosta terrestre é de 4×10-9. Os minerais industriais de ouro incluem principalmente metais naturais e compostos intermetálicos, tais como minério de prata-ouro (AgAu), minério de ouro-prata (AuAg) e assim por diante. Na natureza, o ouro coexiste frequentemente com pirite, arsenopirite, tetraedrite, calcopirite, galena, esfalerite e estibnite. Uma vez que mais de 98% de ouro em depósitos de ouro existe normalmente no estado de ouro elementar, a análise de fase de ouro não é para descobrir o estado de fase do ouro em si, mas para descobrir que o ouro está em estado nu, semi-nu e em vários minerais portadores. A quantidade no estado de inclusão. A análise de fase do ouro permite três procedimentos analíticos. O primeiro é adequado para a análise de fase do ouro em amostras geoquímicas, que pode determinar ouro nativo nu e semi-nu, ouro revestido de carbonato, ouro revestido de sulfureto de chumbo-zinco-cobre, ouro revestido de limonite e pirite. Ouro revestido e seis fases, como quartzo e ouro revestido de silicato. O método também pode ser utilizado para minérios de ouro de baixo teor, e o segundo O procedimento analítico é adequado para minérios com um teor de ouro mais elevado, que pode determinar as quatro fases de ouro natural simples, ouro combinado, ouro revestido de sulfureto e ouro revestido de silicato-quartzo. O terceiro O procedimento analítico é a determinação do ouro cianificável, que tem como principal objetivo determinar até que ponto os minérios contendo ouro podem ser extraídos por cianetação.

Minério de ouro

Análise de fase de ouro em amostras geoquímicas

1. Resumo do método

Utilizar a solução de I2-NH4I para lixiviar ouro nativo nu e semi-nu, o resíduo é primeiro dissolvido em carbonato com HC104 diluído, e o ouro nativo encapsulado é dissolvido e separado com solução de I2-NH4I. Determinação dos resíduos de ouro revestidos de carbonato Os minerais de sulfureto de chumbo-zinco-cobre revestidos de ouro foram lixiviados com bromo-metanol. Depois de o resíduo ter sido dissolvido em HCl(1+1) contendo SnC12 para remover a limonite, foi lixiviado com uma solução de I2-NH4I e revestido com esta. Após calcinação a 480-500 ℃ por 1 h, o ouro revestido de pirita é lixiviado com solução de I2-NH4I, e o resíduo final é quartzo e ouro revestido de silicato. Após a separação das fases, a solução de lixiviação de cada fase foi determinada pelo método FAAS ou pelo método de absorção atómica em forno de grafite (GFAAS), dependendo do conteúdo. Quando a quantidade total de Au é 10 × 10-9, a determinação separada por fases pode ser efectuada e o limite de determinação de cada fase é 10-9. Este método é aplicável à determinação do estado de armazenamento de Au em minérios de ouro em geral e em amostras de exploração geoquímica.

2. Preparação dos reagentes

Agente de lixiviação Au I 50g/L I2-100g/L solução NH4I. Agente de lixiviação Au II HC104 (1+99). Agente de lixiviação Au Ⅲ Bromo-metanol (5+95). Agente de lixiviação Au Ⅳ Solução de 10g/L SnCl2-2H2O HCl(1+1).

3. Etapas de análise

Etapa 1: Determinação do ouro natural nu e semi-nu.

Pesar 10 g da amostra com um tamanho de partícula inferior a 0,075 mm para um erlenmeyer de 250 ml. Adicionar 50 ml de agente lixiviante Au I, agitar à temperatura ambiente durante 1 h, filtrar por sucção e lavar o resíduo com água durante 2 a 3 vezes (transferir o resíduo juntamente com o papel de filtro para o frasco cónico original). Transferir o filtrado para um copo de 300 ml, remover a maior parte do I2 por evaporação, adicionar HN03 para aumentar o I2 e evaporar até à secura. Adicionar 20mL de água régia (1+1), ferver durante algum tempo, transferir para um erlenmeyer de 200mL e diluir com água até cerca de 90mL. Colocou-se um pedaço de espuma (cerca de 0,1 g), agitou-se à temperatura ambiente durante 30 minutos para enriquecer e separar o Au, e o Au foi determinado pelo método FAAS ou pelo método GFAAS, consoante o teor.

 

Etapa 2: Determinação do ouro revestido de carbonato.

Adicionar 150 mL de agente lixiviante Au II ao resíduo, aquecer num banho de água a ferver durante 1 hora e adicionar HC104 diluído gota a gota, se necessário, para manter o pH da solução a 1-2. Após arrefecimento, filtração por sucção, lavar o frasco cónico e o resíduo com água 2 a 3 vezes e manter o filtrado. Adicionar 50 ml de agente lixiviante Au I ao resíduo, agitar à temperatura ambiente durante 1 h, filtrar por sucção, combinar os dois filtrados e medir o Au de acordo com a etapa 1.

 

Etapa 3: Determinação dos minerais de sulfureto de chumbo-zinco-cobre que encapsulam ouro.

Ao resíduo foram adicionados 50 mL de agente de lixiviação Au III. Agitar à temperatura ambiente durante 1 h. Filtração por sucção, lavar com água até o filtrado não ter cor amarela, adicionar 5mL de HN03 ao filtrado, evaporar num forno elétrico de baixa temperatura, remover Br2 até à secura, adicionar 20mL de água régia (1+1) e medir Au de acordo com o passo 1.

 

Etapa 4: Determinação do ouro encapsulado em limonite.

Adicionar 70 mL de agente de lixiviação Au IV ao resíduo na secção superior (adicionar continuamente solução de SnCl2 gota a gota para manter a solução sem amarelo) e agitar à temperatura ambiente durante 1 h. Filtração por sucção, lavar com HCl (1+99) 2 a 3 vezes e rejeitar o filtrado. Adicionar 60 ml de agente lixiviante Au I ao resíduo, agitar à temperatura ambiente durante 1 h e medir o Au como no passo 1 abaixo.

 

Etapa 5: Determinação do ouro encapsulado em pirite.

O resíduo é incinerado num cadinho de porcelana de 50 ml e queimado numa mufla a 480-500°C durante 1 h. Após arrefecimento, foi transferido para um erlenmeyer de 200 ml, foram adicionados 50 ml de agente lixiviante Au I e a solução foi agitada à temperatura ambiente durante 1 h. O mesmo que o passo 1 abaixo para a determinação de Au.

 

Etapa 6: Determinação do quartzo e do ouro revestido de silicato.

O resíduo final é incinerado num cadinho de porcelana de 50 ml e queimado a 650°C durante 20-30 minutos. Após arrefecimento, transferir o resíduo para um copo de politetrafluoroetileno, adicionar 10 mL de HF e 10 mL de HNO3, aquecer ligeiramente durante 1-2 horas e depois evaporar até à secura. Em seguida, foram adicionados 10 mL de HF e 10 mL de HNO3, aquecidos e deixados durante a noite, e evaporados até à secura no dia seguinte. Adicionar 30 mL de água régia (1+1), aquecer até à ebulição ligeira durante 30 minutos, até obter um volume de cerca de 20 mL, retirar, arrefecer e transferir para um erlenmeyer de 200 mL com água, diluir até 90 mL e medir o Au como no passo 1 abaixo.

 

Precauções

Ao efetuar a análise de fase do Au na amostra de exploração geoquímica, pode ser utilizada uma solução de 10g/L I2-20g/L NH4I para substituir o agente lixiviante Au I. A quantidade de espuma adicionada pode ser de cerca de 0,1 g.

Contacte-nos agora











PRODUTOS MAIS RECENTES